Efusivas com os resultados das recentes pesquisas em São Paulo, Dilma e Marta Suplicy cantaram para Serra: "Eu quero ver você correr atrás de mim".
DIVINO - Pesquisa do Datafolha divulgada hoje revela que o índice de rejeição de Carminha chegou a impressionantes 49%. Com isso, a vilã fica atrás apenas de José Serra, que tem 52%. Trata-se da maior rejeição desde que o Campeonato Brasileiro começou a ser disputado em pontos corridos. Na lista dos dez primeiros ainda estão Galvão Bueno (46%), José Dirceu (45%), Jorge Vercillo (40%), Otávio Mesquita (37%), Pedro Bial (35%), Fausto Silva (32%), Wanderley Luxemburgo (30%) e Susana Vieira, empatada com Fátima Bernardes (29%). "Pelo menos estou liderando alguma pesquisa", destacou Serra.

Para reverter o quadro na reta final, filósofos da campanha bolaram uma estratégia randômica, na qual Serra ataca em bloco e defende em espiral. No último debate, por exemplo, o tucano passou o tempo inteiro chamando Haddad pelo primeiro nome. "Quem sabe não transfiro alguns votos do Haddad para esse tal Fernando", elucidou. No final do dia, nova pesquisa de intenção de votos foi divulgada e Serra apareceu em terceiro, atrás de Haddad e de Fernando.

Os rumores de que o PSDB pretende abandonar Serra no lixão não foram confirmados.