sexta-feira, 4 de outubro de 2013

E as feministas são agressivas, né!?!: Homem que obrigava a amante a fazer sexo com a mulher dele e o cachorro é preso

E as feministas são agressivas, né!?!: Homem que obrigava a amante a fazer sexo com a mulher dele e o cachorro é preso 

Suspeito torturava as vítimas e o animal, e sentia prazer em ver as mulheres fazendo orgias de diversas formas; ele se inspirava em filmes pornográficos

patos de minas
O homem acusado de manter a amante em cárcere privado e ainda obrigá-la a fazer sexo com a mulher dele e também com o cachorro da família foi preso nesta quinta-feira (3), em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. Após ser denunciado pela própria esposa, a Polícia Civil chegou até Wagner José Xavier, de 44 anos.
 
Segundo a denúncia, as mulheres eram torturadas e estupradas, além de serem obrigadas pelo suspeito a praticarem atos libidinosos, como orgia e sexo com animais, há  pelo menos 4 meses. "É uma história mais do que absurda e chocou a todos. Na última segunda-feira, a mulher com quem ele é casado veio até a delegacia e fez a denúncia contra o homem, contando detalhes do que ocorria ali. Com o grave teor das acusações, pedimos autorização da Justiça para fazer uma busca e apreensão no local e prendê-lo, o que ocorreu nesta quinta”, conta o delegado responsável pelo caso, Bruno do Carmo.
 
Ainda segundo Carmo, Xavier e uma das vítimas eram casados há 26 anos e tinham uma filha de 26. A história de horror, no entanto, teria começado em junho deste ano, quando o homem levou a amante para dentro de casa, e passou a mantê-la presa no local.
 
A casa do suspeito, tem dois andares e, desta forma, a família dele vivia normalmente no primeiro andar, e a amante, no segundo. Era lá que também ocorriam as sessões de tortura  e violência sexual. “Ele está desempregado e aproveitava o tempo livre para vigiar a amante e estava sendo sustentado pela mulher, que é diarista. No tempo livre dela, ele juntava as duas e as obrigavam a fazer atos sexuais entre elas, com diversos objetos e também com um cachorro. Inclusive, ele se inspirava em filmes pornográficos dos mais diversos tipos”, informou ainda o delegado. 
 
Além disso, as mulheres também sofriam agressões e os gritos podiam ser escutados por grande parte da vizinhança. “A mulher disse que não contou nada antes por medo, pois era ameaçada de morte. É um sujeito agressivo e impunha medo até nos vizinhos”, acrescentou o policial. 
 
Maus tratos
As duas mulheres foram encaminhadas para o IML para a realização de exames. Elas passarão por tratamento de lesões e também terão auxílio psicológico. Já o cachorro que fazia parte da orgia foi encaminhado para o Centro de Zoonoses da cidades, já que foram constatados sinais de maus tratos. Ele está disponível para adoção.
 
Confissão

Xavier confessou parte das acusações das vítimas. Segundo o delegado, o homem disse que “sentia prazer em ver as duas mulheres juntas” e que só mantinha a amante presa para “protegê-la de um ex-marido que a estaria ameaçando”, mas foi constatado que o ex-marido, no caso, já é falecido. Ele deve responder por tortura, cárcere privado, estupro e lesão corporal. 

0 comentários: