domingo, 8 de dezembro de 2013

Apartheid social: Praia badalada de Florianópolis faz atos antimendigo

Apartheid social: Praia badalada de Florianópolis faz atos antimendigo

Branquinhos, cheirosos, de elegância fina querem ocupar, exclusivamente, os espaços públicos.

Sociedade hipócrita!


Imagem meramente ilustrativa, "roubada do Google"


Praia badalada de Florianópolis faz atos antimendigo

NATÁLIA CANCIAN
ENVIADA ESPECIAL A FLORIANÓPOLIS


"Não precisamos de mendigos: Fora!", dizia um cartaz carregado por um grupo de pessoas em uma avenida da badalada praia de Canasvieiras, em Florianópolis.

Poucos metros à frente, no meio da passeata, outra mensagem: "Balneário Camboriú, para de jogar mendigos na nossa praia (que vergonha)".

Munidos de faixas, cartazes, alto-falantes e carro de som, moradores iniciaram uma campanha pela saída de moradores de rua da região.

Folha flagrou a cena no último dia 26. Desde então, outro protesto foi realizado -e um terceiro está marcado para o próximo dia 11.

Segundo os moradores, o número de sem-teto cresceu nos últimos meses. "Aqui virou o Éden deles", afirma o presidente do conselho de segurança do bairro, Carlos Hennrichs, 67.
O aumento é maior no início da temporada de verão, diz a empresária Luciana da Silva, 31, que organizou o protesto. "Estamos tentando limpar a praia para a chegada do turista. Isso está queimando nossa imagem", reclama.

Ela diz que a chegada de "mendigos de fora" trouxe risco à segurança, como furtos e outros crimes. Há um mês, um morador de rua morreu em uma briga no bairro.
"Todo dia tem um bando diferente. As pessoas têm medo de andar na rua, são abordadas, ameaçadas", afirma.

Os protestos, porém, não são um consenso na praia.

"Eles não têm albergue, não têm onde tomar banho, e o pessoal só sabe criticar. Essa praia é só para quem tem dinheiro? E o pobre, vai morar onde?", rebate a cabeleireira Rosângela Chaves, 54.

Sentado com dois amigos próximo à praia, o catarinense Cleber Zanini, 25, diz que mora na rua "por não ter opção". "Se tivesse um albergue [para ir], seria maravilhoso."

Após os protestos, a Prefeitura de Florianópolis diz que intensificou a abordagem de assistentes sociais nas ruas e que investigou denúncias sobre possível ação de outras prefeituras transferindo mendigos, mas afirma que as suspeitas não procedem.

O secretário de Assistência Social, Alessandro Abreu, negou aumento de moradores de rua em Canasvieiras e descartou a participação dessas pessoas em crimes.

.

9 comentários:

Anônimo disse...

Só dar abrigo, comida e banho 0800 pro pessoal e conscientizar as pessoas a não dar dinheiro. . .

Osiel Veigman disse...

Se o protesto deles estão fazendo efeito então porque o pessoal não se junta pra fazer um protesto pro governo dar abrigo a eles ? Pimenta nos olhos dos outros é refresco no de muita gente!

Anônimo disse...

chamar canasvieiras de badalada é foda...

Anônimo disse...

Eu, como turista, acho muito inconveniente ser abordada constantemente por mendigos.
Será que o governo de Floripa não poderia fazer um mutirão e dar emprego temporário para essas pessoas? Varredores de ruas, catadores nas areias das praias... Sei lá!
Pq só abrigo e comida não vai resolver o problema. Eles vão comer, vão dormir, e vão para as ruas perturbar os turistas!

Anônimo disse...

GENTE!! ESPERA AI OLHA SO:1. essa foto eh ilustrativa como ja diz a noticia se vc for le-la toda 2. comunidades locais tem sim o direito de reinvidicar q a prefeitura e orgaos competentes tomem providencias para recolocacao devida de moradores de rua, pela seguranca e melhores condicoes para todos 3. minha mae mora em Canasvieiras, uma senhora de 60 anos q frequenta a praia, nao eh perua nao toma champanhe e conversa com todo mundo, saldo em 3 anos: 3 assaltos a mao armada por moleques em pleno dia, isso que minha mae usa uma bengala devido 'a acidente. $. canasvieiras nao eh Jurere onde sim a "nata" vem curtir o verao em grande estilo... o que eu nao aprovo, nao gosto e nao frequento... mas nao podemos generalizar as coisas ok? Canasvieiras sempre foi a praia dos Argentinos, familias inteiras veem para passar a temporada e eh assim ha 20 anos, mas de 5 anos para ca, o aumento de "vilas e comunidades" clandestinas, moradores de ruas e tc vem aumentando e causado terror aos moradores, no verao e no inverso, qndo ninguem pensa no que passa na Ilha Da Magia.

Juliano disse...

Nessas horas tenho certeza que as pessoas não evoluem. Eh por causa de gente que nem ela que existem mendigos.

Juliano disse...

É por culpa de lixos humanos, como essa Luciana, que existem mendigos.

Anônimo disse...

Quantos desses mendigos que lá estão estavam há um ano? E porque escolheram ir para lá? Após o término do verão, ainda continuarão por lá?

Anônimo disse...

"Tentando limpar a praia?" Acho q deviam começar pelos próprios moradores, que despejam seus esgotos no mar! Essa seria a melhor limpeza!