segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Delegado acusado pela Veja responde: Eu conheço a Sininho. E pede a revista para pesquisar à Privataria Tucana

Delegado acusado pela Veja responde: Eu conheço a Sininho. E pede à revista para pesquisar a Privataria Tucana

Bom demais ver alguém enfrentando a Veja e toda a mídia brasileira. #ChupaVeja

Orlando Zaccone D'Elia Filho


EU CONHEÇO A SININHO! 

Sim. Eu conheço Elisa Quadros, a Sininho. Confirmei isso desde o primeiro contato feito pela Revista Veja sobre a minha doação para o evento "Mais amor menos capital". Então quem é o Pinóquio nesta história?

1) O fato de ter sido comprovado em menos de 24 horas que a reportagem da Veja, ao tentar me vincular a um suposto financiamento da violência dos protestos, foi construída na má fé, uma vez que na planilha editada pela revista foram omitidos os gastos do evento, que incluía a compra de rabanadas, pão, papel, bem com o aluguel de cadeiras e pagamento de transporte, demonstra por si só quem está desde o início com dolo (a palavra agora está na moda) de mentir.


2) A nova tentativa de me vincular às violências ocorridas nas manifestações tem agora toques inquisitórias. O delegado de polícia que conhece a "fadinha do mal"! Nunca neguei conhecer a Sininho, pelo simples fato de não existir nenhum impedimento jurídico, moral ou ético para isso. Conheci Elisa Quadros, assim como outros ativistas do movimento Ocupa Câmara, muitos que assim como ela foram presos e tiveram as respectivas prisões revogadas pela Justiça.


3) Elisa Quadros, pelo que eu e a Revista Veja sabemos, não é foragida da Justiça e nem tem nenhum mandado de prisão pendente. Ah, sim! Esqueci! Ela é apontada como sendo líder dos Black Blocs. Por quem? Pela própria Revista Veja. 


4) Outro aspecto da pretensa ofensa a mim dirigida pela Veja é ter estado na cerimônia de premiação organizada pela jornalista e humorista Rafucko que retrata de forma divertida o cenário das manifestações. A confusão entre a abordagem humorística e a realidade feita pela Veja muito se assemelha a perseguição e as ameaças sofridas pelo ator Fábio Porchat em razão do vídeo do Grupo Porta dos Fundos intitulado "Dura". A Veja e alguns policias militares parecem compartilhar da mesma falta de humor.


5) O que está em jogo não é o fato de eu ter conhecido a Sininho dois meses antes do evento para o qual fui por ela convidado e tão menos eu ter participado da premiação teatral realizada pelo meu amigo Rafucko. O que a Veja não tolera é um policial que despreza o Estado Policial! O que a Veja não tolera é um delegado de polícia que ao invés de aparecer em fotografias com empresários e políticos se dispõe a encontrar ativistas e pessoas que podem lhe oferecer muito mais do que todas as articulações empresariais, políticas e financeiras de uma revista comercial, através da sublime experiência da LIBERDADE. 


6) Por fim, quero consignar o imenso orgulho que sinto em poder ser fotografado e de participar de eventos ao lado de pessoas que pensam o país para além do capital financeiro. Sendo assim, por esta publicação de hoje não pretendo nenhum ressarcimento por danos morais. Estou com a moral elevada!


7) Não esqueçam de pesquisar sobre a Privataria Tucana
em http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:A_Privataria_Tucana.jpg


.

92 comentários:

Anônimo disse...

Péssimo exemplo de autoridade policial. Enquanto se combate o tráfico de drogas. Ele defende abertamente a legalização. No mínimo seria politicamente incorreto. Ter um vínculo tão estreito com manifestantes e ainda ajufar financeiramente um grupo que não prega pela manifestação pacífica e sim baderna, quebra quebra e enfrentamento a polícia é lamentável para a Instituição. Certamente se fosse um agente de autoridade já estaria respondendo administrativamente e criminalmente. Assim como o Dep. Est. Freixo, pessoas assim diminuem ainda mais a credibilidade nos seus órgãos.

Alzir Rabelo disse...

Esse delegado atuou no caso Amarildo e foi logo descartando a hipótese de os traficantes estarem envolvidos em sua morte; foi a um programa do Bial e defendeu a liberação das drogas. E, agora, coroou seu currículo aparecendo ao lado da Sininho. Diga-me com quem andas que eu te direi quem és... Ele tá é plantando para ser o Secretário de Segurança do Rio, caso o PT ou o PSOL ganhem as eleições.

Marcos Dias disse...

Muito bom irmão. O que nos resta é desconstruir a covardia de alguns meios de comunicação com argumentos sólidos. Parabéns.

Thais Linhares disse...

Gente, esse delegado é nota dez! Pensa com a própria cabeça, tem visão social. Está, como deve ser, do lado do povo que ele é contratado para proteger. Deve ser maravilhoso ser policial e trabalhar no mesmo local que ele.

`´é`´ disse...

fala dos black blocs mas publica como anônimo. já dizia meu bisavô, quando vc aponta um dedo para alguém tem quatro sendo apontados para você

Rox Extreme disse...

Todo o apoio ao delegado. Saiba que ainda existem pessoas que não se deixam influenciar pela notícias desta infame revista. O lamentável é ler em redes sociais o resultado e a divergência de opiniÕes agregados aos níveis da alienação. Vivemos em um tempo onde a corrupção não tem mais limites, e quaisquer pessoas cuja ação reflita em ameaça ao sistema, tornar se á inimigo. Torço para que esta farsa seja desfeita e gestos e ações realizados em ajuda ao próximo não se tornem um padrão de uso indevido e distorcido para esta mídia maldita.

Raquel Valadares disse...

O cômico é que o elogio vem com nome e a crítica vem como "Anônimo". Realmente, os reacionários são sempre covardes. Como o tribunal militar na célebre foto da Dilma, em que todos os "milicos" estão cobrindo os rostos.

Anônimo disse...

Delegado Zaconne é o mais coerente dos policiais brasileiros.

Lorene Figueiredo disse...

É ótimo ver que há um policial que pensa e que pensa um projeto de país e de sociedade. Alguém que é mais que um capitão do mato das elites deste país!
Zaccone deveria ser o orgulho de todos! Ele me representa!

Anônimo disse...

os conservadores choram ao ver alguém vinculado às forças repressoras do estado assumindo posturas progressistas... como diz o samba: "pode chorar, pode chorar!"

Anônimo disse...

Ou não.

Anônimo disse...

Vcs falam em ética, mas não respondem por que a privataria tucana não foi exposta pela mídia até hj...qualquer um pode escolher com quem anda e o q pensa, até um delegado. Melhor andar com a sininho do que com o lobo mau que rouba doce de criancinha que morre em hospital público.

Anônimo disse...

Ganhaste um fã

Unknown disse...

Parabens pela coragem e clareza. De pessoas sinceras e humanas como você que desmontamos esses maniqueísmos e a ditadura dos clichês.

Tânia Mara Garcia disse...

Duas perguntinhas e uma observação para o Alzir Rabelo:
Pergunta 1- Os traficantes estavam envolvidos na morte do Amarildo? Ou você está "esclarecendo" que os policiais envolvidos são traficantes?
Pergunta 2- Qual o artigo do Código Penal que criminaliza a exposição de posicionamento pessoal a respeito de liberação das drogas?
Observação:
Para a língua mordida, use Fibrase; cicatriza mais rápido.



Unknown disse...

Parabens pela coragem e clareza. Pessoas como você contribuem para esmascar uma mídia sem ética, partidária, mentirosa , irresponsável. Posicionamentos claros, humanos e sinceros como o seu ajudam a desfazer esse maniqueísmo burro que é propagandeado com sensacionalismo e nos remedai contra a ditadura do clichê.

Daniel Araújo Melo disse...

Antes de falar tanta besteira, procure saber quem do que se trata a Agentes da Lei Contra a Proibição. Existem juízes hj no Brasil e no mundo defendendo a regulamentação das drogas. Mas eu acho que é pedir muito, pois isso não está na veja. E eu não preciso me esconder sob o anonimato para tecer minha opinião.

Daniel Araújo Melo disse...

Antes de falar tanta besteira e espalhar veneno, pesquise sobre a organizaçao Agentes da Lei Contra a Proibição, e veja policiais e juízes de todo o mundo defendendo o fim da proibição como uma forma de quebrar o tráfico. E eu não preciso do anonimato para tecer minha opinião.

Gabriel disse...

Alzir Rabelo,
espero muito que você esteja certo!
Zarconne para secretário de segurança!
Ah sim, só uma pergunta: Você por acaso está contrariando os resultados do inquérito policial no caso Amarildo?

Anônimo disse...

Pessoas que aumentam a credibilidade dos seus órgãos são aquelas que descem a porrada em quem se manifesta pacificamente antes de se revoltar né, aqueles que descem o sarrafo em professores que cobram melhores salários... Ahhh tá entendi, muito inteligente da sua parte!

biu disse...

péssimo exemplo de autoritarismo policial, realmente. ótimo de humanidade.

Clara disse...

PARABÉNS ao delegado!!!!!!!!!!!!

Orgulho

Thaïs Gualberto disse...

Uma pena que depois desse texto, a maioria dos comentários sejam críticas.

Ninguém melhor que um delegado para saber como é danoso para a sociedade a proibição das drogas.

Queria só ver o que é que a Veja iria inventar sobre a privataria tucana.

CK disse...

Ele está justamente defendendo que os grupos acima não são de baderneiros. É o direito democrático dele. Defender a legalização das drogas é propor a mudança da lei, ele pode fazer isso enquanto combate o tráfico de drogas obrigando ao cumprimento da lei vigente. O policial pode discordar de uma lei, mas tem de cumpri-la. Se discorda, pode pedir que ela seja mudada pelas vias de direito. Não há contradição alguma.

Anônimo disse...

O Delegado em questão é um exemplo de cidadania a ser seguido. Triste ver por alguns comentários aqui postados que ainda há quem goste de ser adestrado pelo sistema como um ser irracional e incapaz de cuidar da própria vida de forma racional. Falta vivência internacional e informação a essas pessoas que ainda acham que a Polícia deve reprimir e agir rigorosamente em todas as situações e não, portar-se como um auxiliar da sociedade e do cidadão, a quem efetivamente deve servir. O Delegado tem todo direito de se posicionar contra proibição de drogas, diga-se de passagem, com muito mais conhecimento de causa do que a maioria da população, educada por programas sensacionalistas. Aliás, é o que se espera de especialistas em segurança. Enfim, parabéns ao delegado e viva a liberdade de expressão.

Anônimo disse...

Sinto um fedor de Ad Hominem no ar....Mas tudo bem. Parabéns pela coragem, Sr. Delegado. Nós ainda somos livres para expressarmos nossa opinião graças a pessoas como o Sr.

wolver disse...

Alzir e o Anônimo tem cérebros de ervilha com conspirações fantasiosas. Vão ler Veja, que assim vocês vão pra frente. Parabéns pelo texto do Delegado. A Veja é um lixo. A pior instituição do país é essa imprensa mentirosa e cúmplice do totalitarismo financeiro.

Anônimo disse...

Excelente texto! Uma luz no fim do túnel. Caro delegado, que sua forma de pensar possa contagiar os que trabalham com você, ao menos.
Quanto aos comentários proferidos abaixo... o melhor é seguir o mantra da atualidade: "não leia comentários da internet, se quiser ter vida longa e sadia". Quanto bostejo, minha nossa!

Paulo Siberico disse...

idiota

Tainá Carvalho disse...

Acorda pra vida e bota a cara!
A credibilidade dos órgãos Brasileiros já acabou há tempo!!!!

Tainá Carvalho disse...

Acorda pra vida e bota a cara!
A credibilidade dos órgãos Brasileiros já acabou há tempo!!!!

Nivea Andrade disse...

Ai que bom que tem gente incomodando a direita corrupta.

rumineos disse...

temos direito a opinião, porém não anônima, você tem medo do que?

Dona Coisa disse...

Que bom saber que existe gente na polícia como esse senhor. Um delegado que pensa o país para alem da repressão, que não está interessado em politicagem, que é a favor dos Direitos Humanos. Quem dera tivessemos mais gente assim na polícia.

Cid disse...

Penso que a lei não proíbe que as pessoas doem dinheiro para quem quer que seja, a menos que quem esteja doando saiba que será para atividades ilícitas. Uma autoridade policial emitir determinadas opiniões, enquanto não está de serviço, também acho que não fere a lei, pois antes de ser servidor público, ele também é um cidadão pagador de tributos e impostos,e também sujeito de direitos e não só deveres. Acho que se tudo for feito dentro do bom senso e do razoável, não há que se falar em excessos ou ilegalidades de qualquer espécie.

Evaldo de Castro disse...

De novo esta história de 'privataria tucana'. Pelo amor de Deus! Depois de três administrações petistas falem de suas realizações, se houver alguma. Isso não é ranking de corrupção, para saber se esta ou aquela administração foi mais ou menos escandalosa... Palhaçada...

Ivo André disse...

Um funcionário de segurança não pode expor sua opinião? Tenho amigos policias que são a favor da legalização de algumas drogas, isso não o impede de cumprir seu dever de policial.

Anônimo disse...

Excelente!!!!

Anônimo disse...

Tinha que ser anônimo mesmo!!!

M. disse...

Apoio 100%. Este delegado é um ser pensante com opiniões que levam em conta a conjuntura do país.

Anônimo disse...

Anônimo (será membro do Anonymous?):
Claro que defende legalização de drogas (Não sei de que drogas ele defende a legalização)! Se a droga for legal, como são o cigarro e o álcool, não há tráfico! Ou você acha que existe tráfico dessas duas drogas? Não havendo tráfico de drogas, não há tráfico de armas (este sim, dá muito dinheiro). Porque... você me desculpe. Mas ninguém morre com uma trouxinha de maconha no pescoço. Morre de bala.

Alzir Rabello:
Você descarta a participação de policiais no caso Amarildo? Não estou afirmando que todo policial não presta, mas como em qualquer outra profissão... Dize-me com quem andas...

Marcelo de Albuquerque

Anônimo disse...

Parece que o nosso amigo que fez o infeliz comentário, não leu o texto. O que foi financiado foi um evento de natal para os moradores de rua "Mais amor menos capital".
ahh, o total da arrecadação do evento foi
R$2 000,00.
cada bomba de lacrimogêneo custa R$ 800,00.
e quanto é o salário do professor mesmo?
faz as contas e se pergunta, quem realmente financia a violência?

Anônimo disse...

Não vou nem discutir se os manifestantes são ou não bem intencionados, não vem ao caso. O que importa e é claro aqui, é que a reportagem da revista VEJA ,não é!

Qual o problema se o delegado é ou não a favor da liberação do consumo de maconha? Ele precisa de alguém ou de alguma corporação/entidade para pensar por ele, para ter uma opinião por ele? Democracia, amiguinhos. Vocês podem e devem ter suas opiniões, mas que coisa é essa de julgar a opinião dos outros? Na minha opinião, qualquer um que seja a favor da liberação do consumo de drogas, não está do mesmo lado do tráfico. Tudo o que o tráfico NÃO precisa e NÃO quer é liberação do cultivo e consumo de maconha, por exemplo.


Anônimo disse...

Parabéns amigo, vc é alienado e burro

Daniel Quintanilha disse...

A maioria é crítica por que a maioria é alienada , quero dizer, como no militarismo: adestrados! E são roubados todo o seu poder de discernir e a capacidade humana de enteragir num bem comum. Desmilitarização de nossas polícias agora. Parabéns ao delegado pelas saus atuações, tanto com representante de um sistema quase falido, como escritor, e como cidadão.

Anônimo disse...

"Diz-me com quem andas e te direis quem és". Essa foi a intenção do articulista da Veja. Se houve calúnia ou difamação o delegado que acionasse judicialmente a revista. Pq não fez? Não duvido nada dele e da sininho quererem tirar proveito político da fama repentina em breve. Teremos muitos cabeças de bagre pra votar nesse tipo de gente que usa exatamente estes idiotas úteis pra subir na vida e chegar ao poder às custas de demagogia. Agora se me derem licença vou trabalhar e produzir pra manter um país em ordem e com os impostos em dia recomendo que procurem uma ocupação tb e parem de ficar discutindo vida alheia na internet. Losers!!

ALAN OLIVEIRA disse...

Esse sim merece meu respeito! Obrigado pelo apoia a nossa causa, toda a Povo que pensa no Povo!

Danielle BAstos disse...

Na moral??? Estou muito orgulhosa em saber que na nossa polícia existe um ser como este. Mais feliz e orgulhosa por saber que ocupa o cargo de delegado. Meu total apoio as manifestações, meu total apoio a esse Delegado.
Vejo muitos comentários ofensivos, e me pergunto se essas pessoas caminham a rua com segurança, se não percebem a pobreza e caos instaurados em nossa sociedade e se não enxergam os verdadeiros culpados. Infelizmente toda represaria tem uma resposta. Infelizmente não há como responder a bombas com flores, mas felizmente alguns nesse país ainda se dispõem a tentar mudar, a lutar por igualdade social, a lutar para que nossos direitos sejam de fato aplicados. Muitos aqui falam do que é certo e errado, mas quantos desses conhecem a nossa constituição?? vá lá, se informe, e PERCEBA que os verdadeiros culpados não estão nem fardados de policiais, ou tão poucos ao lado dos militantes... eles estão em suas casas, sentados em suas cadeiras de luxo, fumando seus charutos, e provavelmente dando risada de nossas caras... vendo como a imprensa, tal qual a VEJA, cumpre direitinho seu papel de manipular a população contra aqueles que lutam por eles. infeliz realidade. :\

Anderson Santos Silva disse...

Querido Anônimo, parece que o alienado e burro aqui não são as pessoas acima...
E, sinceramente, não há nenhum contrassenso em ser a favor da descriminalização das drogas. Ser policial não significa ter a mentalidade de descer o cacete em maconheiro, manifestante ou quem quer que seja.
Ser a favor da legalização das drogas não significa ser subversivo ou hipócrita ou pernicioso... Significa reconhecer que existe um problema (de saúde, de segurança pública etc.) e trazer este problema para ser tratado dentro do Estado.
É chamar a responsabilidade para si, entendeu? É reconhecer institucionalmente que existe um grande problema social e que não é possível resolvê-lo simplesmente baixando o cacete!

marcelo disse...

Admiro a coragem do Dr. Zacone, mas é muita conversinha fiada, isso aqui é Brasil, não existe mínima chance de liberar as drogas. Vamos cair na realidade gente.

Carlos disse...

Antigamente, há uns 30 ou 40 anos, era costume infiltrar pessoal de informações nos grupos opositores, e esse pessoal acabava sendo extremamente bem aceito pelos inocentes úteis. Será que isso ainda existe?

Gaby disse...

Tem todo o meu respeito!

Anônimo disse...

Pelo visto esse não tem a menor idéia de quem eh o delegado e suas lutas

Anônimo disse...

Meu nome é Luiz Gouvêa seu covarde você não tem coragem nem de se identificar, esse delegado merece respeito não como você que acha que se protege no anonimato, o Brasil precisa de cidadãos como esses que lutam ou pelo menos apoiam os movimentos sócias que tem para o bem da pátria se proliferar por todo o território nacional.

Hélio Pinho disse...

Parabéns delegado, é muito bom saber que nem todas as laranjas da caixa estão podres. Compartilho de sua opinião sobre a liberação das drogas porque não apoio traficantes e, mesmo sem conhecer, admiro e respeito a fadinha que clama pela liberdade. Sobre a revista é melhor esquecer, com o advento do papel higiênico eles perderam a utilidade.

Anônimo disse...

Blog Petista... Moral = Zero.

A Dilma está fazendo um governo de merda e vcs tentando tampar um erro com outro...Francamente....

Blog na Blacklist.....Podem responder o que quiserem....Nem vou entrar mais nesse lixo.

Dica: O Blog Podia ter um pouco mais de foco. Sendo um Blog Feminista ou Petista. Fica mais fácil para entender os objetivos do mesmo. Não aquele descritivo maluco!

Flavio Hernandez disse...

Que postagem infeliz de um trouxa. Tomou várias na orelha, hein? Deve estar queimando. Se informe.

Tiago Tostes disse...

Parabéns Zaccone, fico feliz de saber que ainda existe algum resquício de humanidade na polícia. Nem tudo está perdido!

Anônimo disse...

mas quando voce aponta um dedo pra alguem só sao tres que apontam pra voce de volta... o polegar fica lá, apontando pra cima, talvez pra quem tudo vê!

Gustavo disse...

Parabens! De muito bom gosto o seu artigo!

Adler disse...

Dizia minha avó, Anônimo (sempre) que cada un mede o outro com o metro que tem. Talvez, na mesma situação deles alguém como tu só pensasse em tirar proveito, e pensa o mesmo então dos outros.
Quanto a "diga-me com quem andas", Jesus andava com Judas, hehehe. Adágio tolinho para julgar os outros. Parece-me que o delegado e a Sininho não tem que se envergonhar de suas companhias.

Marty Watt disse...

"Diga-me com quem andas e eu te direi quem és"

Li muito este "precioso" ditado nos comentários deste blog.

Eu preferiria andar com a Sininho do que como pessoas como Carlinhos Cachoeira, que é só um dos exemplos flagrantes de quem anda com a Veja.

Anônimo disse...

Ja repararam que comentáristas reacionários, quando lêem um tipo de noticia dessa (que questiona a posição da direita conservadora no nosso país), tem o incrível talento de linkar vários assuntos talmente dispares. O anonimo lá em cima, teve o dom de unir a discussão sobre a veracidade de uma reportagem com a liberação das drogas. oi? alguém avisa a ele que não é sobre isso. mas é engraçado, peguem posts de reaças, um protesto de professores vai estar ligado com as farcs e a ameaçada do terrorismo internacional e quem ligação com os comunistas da china, e comunistas são pessoas que comem criançinhas, logo os professores são pedófilos! morte aos professores! isso quando não tem o lula no meio. nao importa o que está em discussão, sempre vai ter o lula no meio. Eu tenho minhas dúvidas, mas eu acho q esse tipo de gente faltou nas aulas de interpretação de texto, ou é mesmo uma falta de compreensão inerente a insuficiencia de sinapses que a pessoa pode fazer.

Priscilla Carbone disse...

Ja repararam que comentáristas reacionários, quando lêem um tipo de noticia dessa (que questiona a posição da direita conservadora no nosso país), tem o incrível talento de linkar vários assuntos talmente dispares. O anonimo lá em cima, teve o dom de unir a discussão sobre a veracidade de uma reportagem com a liberação das drogas. oi? alguém avisa a ele que não é sobre isso. mas é engraçado, peguem posts de reaças, um protesto de professores vai estar ligado com as farcs e a ameaçada do terrorismo internacional e quem ligação com os comunistas da china, e comunistas são pessoas que comem criançinhas, logo os professores são pedófilos! morte aos professores! isso quando não tem o lula no meio. nao importa o que está em discussão, sempre vai ter o lula no meio. Eu tenho minhas dúvidas, mas eu acho q esse tipo de gente faltou nas aulas de interpretação de texto, ou é mesmo uma falta de compreensão inerente a insuficiencia de sinapses que a pessoa pode fazer.

' E.L.D. ' disse...

Todo apoio ao delegado! Sociedade hipócrita e medrosa. Borram as calças ao pensar em enfrentar os "poderes constituídos". ACORDEM!

JP disse...

Um péssimo exemplo de policial. O sujeito que defende a liberação do uso de drogas, sabendo que essa é maior causa do alto índice de criminalidade; que contribui com doações para a propagação da desordem, anarquia, depredação e crimes de toda ordem, como os que vem ocorrendo desde o ano passado nos grandes centro, tem que ser punido e banido do Sistema de Segurança. Suas atitudes são, no mínimo repugnantes...e quem o apoia idem.

cemitério de automóveis disse...

esse anônimo mostra muito bem que estamos cercados por gente truculenta, reacionária, intolerante e idiota. quem se esconde no anonimato é pq tem rabo preso. anonimos jogam bomabas como a do Rio Centro, anonimos apoiam golpes militares. anonimos appiam pena de morte. anonimos apoiam que pessoas sejam acorrentadas em postes. anonimos são covardes.

gustavo teixeira disse...

Não conheço o Delegado muito menos a Sininho!Não me posiciono a respeito de um ou outro. Conheço vários delegados e policias decentes. Generalizar que a polícia é bandida e agressiva é mais fácil do que enxergar a realidade dentro dela. Se o delegado apoia a manifestação, ativistas e legalização da maconha é um direito dele. Assim como muitos têm o direito de discordar do posicionamento de condutas agressivas de ativistas. Se os policiais agridem devem ser punidos, se os ativistas jogarem pedra, pau, bolas de aço com estilingue, bombas, devem ser reprimidos, identificados e julgados também. Na minha opinião melhor que caminhe assim. Qualquer coisa muito pra esquerda ou muito pra direita, a história mostra com fatos que é problema.

Thaynara Cardoso disse...

Foda é ver que tanta gente acredita em todo LIXO que VEJA expõe...não questiona, não vai procurar saber, só aceita e pronto...
Ver gente falando em credibilidade da Polícia...CREDIBILIDADE?????? Que credibilidade??? Nem eles se dão ao respeito de honrar a farda que vestem.
Ao delegado em questão, todo meu apoio e admiração!!

Anônimo disse...

Um dos poucos seres pensantes na Polícia! Parabéns! Força e Honra!

E para os obtusos de plantão, o que é melhor enfrentar?:

a) Um vagabundo com fuzil, financiado pela proibição;

b) Um viciado em abstinência, em decorrência da legalizaçao.

p.s: dos 450 quilinhos de pó no helicóptero presidenciável ninguém fala...

Jade R. de Araújo disse...

"Enquanto se combate o tráfico de drogas". rs Faz-me rir, Sr. anônimo. O delegado em questão é um dos poucos decentes e estudados que temos, a verdade é essa. Defende a legalização como alternativa para a diminuição de tráfico, violência, etc. Inclusive, ele não é o único, meu querido ou querida; olhe para o exemplo de vários outros países que já o fizeram e estão MUITO MELHOR QUE NÓS, OBRIGADA. O que falta pro Brasileiro é parar de ver globo, parar de ler Veja e ABRIR LIVROS, PESQUISAR.

Anônimo disse...

PeTralhas sempre manipulando a mídia !!!

Anônimo disse...

Tem muito PM mal pago, criticando aqui o Delegado, que é exemplo de alguém que pensa e possui personalidade.

1º) PM tem inveja de policiais da Civil. Por quê mesmo?

2º) PM honesto sente vergonha de ir à um Shopping ou supermercado com a família.
Porque o soldo de miséria não deixa ele comprar além do feijão, arroz e carne de 3ª.

Se o PM for honesto e não faz "bico como porteiro de boate nem guarda costas de traficante", sabe que, quando tira a fantasia de super-herói, é apenas um trabalhador mal pago. E obediente aos oficiais, que os tratam como cachorros.

Mas, estão sempre preparados para bater nos manifestantes. Ou se infiltrarem como P2, para forjarem flagrantes ou prenderem por "desacato à ôtoridade".

A população sente nojo da PM do Rio.

http://oglobo.globo.com/rio/pm-do-rio-a-mais-corrupta-do-pais-diz-pesquisa-8053956

Mariano disse...

Tudo farinha do mesmo saco!
No momento atual não tem em quem confiar, não tem em que lado acreditar.
Todos os envolvidos tem interesse mesmo é em seus respectivos umbigos!
...E nós aqui procurando o "mocinho" da história pra poder torcer a favor... patético!

Tudo farinha do mesmo saco! Não ponho a mão no fogo nem pelo delegado, nem pela sininho e nem pela veja.
Só confio em Deus, na minha família e na minha própria sorte.
Prefiro ser "egoísta" e errar do que depositar meu voto de confiança num desses representantes vagabundos que defendem ideais partidários.
Eu sou mais eu! Eu sou mais minha família.

Marcus Mariano disse...

Tudo farinha do mesmo saco!
No momento atual não tem em quem confiar, não tem em que lado acreditar.
Todos os envolvidos tem interesse mesmo é em seus respectivos umbigos!
...E nós aqui procurando o "mocinho" da história pra poder torcer a favor... patético!

Tudo farinha do mesmo saco! Não ponho a mão no fogo nem pelo delegado, nem pela sininho e nem pela veja.
Só confio em Deus, na minha família e na minha própria sorte.
Prefiro ser "egoísta" e errar do que depositar meu voto de confiança num desses representantes vagabundos que defendem ideais partidários.
Eu sou mais eu! Eu sou mais minha família.

Ciro Messias disse...

Acho curioso que num blog independente, de pensamento livre como esse, mesmo os reaças tem voz. Mas em geral eles comentam anonimamente. Dito isto, o que os diferencia de quem se manifesta com o rosto coberto?
Mas enfim...
Acho bacana um delegado de polícia pensar da forma como Orlando Zaconne, e mais que isso, acho que é de fundamental importância. Porque alguém que admite um debate sobre a legalização por exemplo, já ganhou meu respeito. Pode se posicionar contra, mas vale o debate. Quanto às suas ligações com os movimentos de rua hoje no RJ, é louvável que uma figura como essa tenha a coragem de não se esconder e mostrar a que veio.
Todo apoio ao Delegado!

jcbalster disse...

Orlando Zaccone, que conheci num evento aqui em Florianópolis, cada vez mais subindo no meu conceito. Faz-me lembrar que as flores crescem entre as pedras! Para a grande mídia, um defensor da liberdade será sempre um alvo, um inimigo. Cada vez mais seu fã!

Haroldo Passos disse...

Taí, já que sugeriram, eu concordo com ele para Secretário de Segurança, pois do jeito que está vai ter que ter UPP até dentro da casa da gente. Estão fazendo Repressão mascarada de inclusão com estas UPPs nas favelas. E isto tudo só começou por pressão da Globo após a morte do Tim Lopes.

André Fonseca disse...

Parabéns delegado pela sua lucidez. Você é um exemplo que a nossa polícia deve seguir.

André Fonseca disse...

Parabéns delegado pela sua lucidez. Você é um exemplo a ser seguido.

Unknown disse...

Sabe qual é a única coisa de ruim na internet, nos dias de hoje?... As pessoas começaram a achar que "Opinião Própria" é Verdade Absoluta... Lembre-se que Opinião é como bunda. Todo mundo tem uma, dá quem quer!

Anônimo disse...

Se minha memória não falha, o autor do livro "A pirataria Tucana" foi condenado por suas observações fora da realidade. Porque cita-lo então?

claire disse...

nossa geração está pensando... e manifestando.. a geração dos nossos pais e avós.. (tempos da ditadura)teve mortes.. prisões ..e torturas... "pelo sistema".. onde houver injustiça sempre haverá pessoas pensantes bem informadas... querendo justiça e liberdade de expressão para nossos queridos futuros... parabéns pessoas que não se rendem a opressão do "Sistema"

Leonardo Secco disse...

Vamos por itens:
1.O mesmo dinheiro das rabanadas pode ter pago o explosivo que matou o cinegrafista?Você pode não saber a origem do explosivo , mas tem certeza que contribui para o agente estar lá na manifestação , ou vai negar?
2.Conhecendo a Sininho e demais "camaradas" do Ocupa Camara e sendo agente da lei , porque não coibiu a depredação de patrimonio e a baderna através do convencimento e evitando a ação repressiva e aviolência?
3. Se Sininho não é lider por quê ela não negou isto em depoimento?
4. Aqui me reservo o direito de classificar tanto Rafucko como Porta dos Fundos como detentores de cultura e humor rasteiros para minha pessoa, nem me dedico a comentar e sugiro ao delegado elevar o tom de comparação. Já me senti seriamente ofendido por publicações do Porta , nem por isso saí quebrando tudo.
5. Se o delegado despreza o Estado Policial solicite exoneração e promova por outros meios a sua posição moral , ética e social. Nós , cidadãos , supomos pagar a ele o salário para prestar serviços dentro da forma que nossa sociedade está organizada.Fazer uso de seu cargo para outra finalidade passa a supor um desvio de conduta.
6. Cada um escolhe seus amigos, fique à vontade de se deixar fotografar por que quer que seja , mas , repito , avalie bem suas escolhas e depois não se arrependa.
7. Muda o disco! Se em uma década vocês não conseguiram fazer esta pipa levantar é porque a Privataria já mudou de lado , ou o delegado se esquece as "concessões" de estradas , aeroportos , portos e afins que estão em curso? O modelo é idêntico. Outrossim , a Elite dominante , hoje , tem nome e sobrenome no PT.
Finalmente peço que esta mensagem não seja bloqueada pelo autor do blog, para que se possa emitir opinião contrária.

Itárcio Claudicando Ferreira disse...

O pior é que, vários blogues e blogueiros ditos progressistas, estão demonizando a Sininho, em sintonia com a Veja.

Pela liberação de todas as drogas ilícitas, já!

Delegado gente fina, os reaças piram!!

Abraços!

Honorius disse...

Até o reacionário do FHC, que disse ter fumado e não tragado maconha, hoje defende a liberação. Essa posição está se consolidando na sociedade. Somente quem ignora os fatos ou vive do tráfico de alguma forma, mantém posição contrária.

Marcelo Irado disse...

1º - Eu queria saber mesmo o que é ser "Ativista". É profissão? Hobbie? Passatempo? Cumprimento de Pena? Ganha-se algum dinheiro pra isso? Sim, porque eu trabalho desde os 12 anos de idade e não consigo um tempinho para ir em "passeatas". Há vagas para "ativistas"? Como se sustentam? São "filhinhos de papai"? Trabalhar ninguém quer né! Eta povinho......

Anônimo disse...

OS BONS delegados e policiais militares e civis, APENAS OS BONS, são gente do povo e com o povo devem estar, ao povo devem se juntar o mais rápido que puderem E MOSTRAR ANTES DE TUDO, QUE SÃO BRASILEIROS DE VERDADE,E QUE AMAM O BRASIL. Proponho q todos os corruptos, policiais ou políticos, sejam punidos exemplarmente, sob os rigores da lei que deve ser urgentemente atualizada pelo povo, através de plebiscitos, pois se elas forem elaboradas por quem as burla e as usa para cometer ilícitos e ficarem impunes,(todos sabemos a quem me refiro), de nada adiantarão. Sugiro que as punições sejam condizentes com as covardias que nós, o povo, sofremos nas mão desses canalhas que estão roubando O NOSSO BRASIL todos os dias. Delegado, meus parabéns por demonstrar apoio ao que é certo!

Anônimo disse...

É isso aí Orlando!!!! Conheço o Zaccone desde criança, do São José!! Gente muito boa!!!! E verdadeiro!!!

Tércio disse...

Conheço o Orlando desde criança quando estudamos juntos no Colégio Marista São José. Sempre foi uma pessoa digna e autêntica e nunca se acovardou perante a opressão nefasta de alguns professores e dirigentes da Instituição!! Tens meu respeito e admiração, Orlando!!! Grande abraço do amigo Tércio!!!!!

Anônimo disse...

Interessante. Lendo os comentários de quem defende a baderna, percebe-se duas coisas muito claras: 1) A defesa das drogas é um tema quase central; por que será? he he...pense! 2) Os ataques de oposição ao maligno eixo político brasileiro, aqui se entende PT / TUCANOS, onde, tanto um como o outro não possuem o mínimo de decência para acusar as suas mazelas políticas, afinal, os dois "partidos" dominam o poder há décadas, e todo mal existente no pais é culpa de quem então?... pense! Por Deus, pense!
Essa tal sininho (que junto com esse delegado já se posicionam politicamente)e mais seus asseclas estão na verdade é tirando o povo da rua, nossa principal arma para mudar essas pragas daninhas em do território. Pense!

Anônimo disse...

VALEU ZACONNE, NÓS MACONHEIROS TE APOIAMOS!
CHEGA DE GUERRA AOS POBRES!!!
CONTRA FATOS FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS!
ESPERNEIA CLASSE MÉRDIA RETROGRADA E ALIENADA!